Dicas sobre estresse por calor em poedeiras

Egg

Com este artigo, a equipe técnica da Zucami pretende apresentar DICAS que possam auxiliar nossos clientes amanter suas aves confortáveis, dentro da sua zona de conforto térmico, o que ajudará a manter os níveis de produção, o tamanho do ovo e qualidade da casca em um estado ideal.


O estresse térmico em poedeiras tem um grande impacto na produtividade e na mortalidade das aves e é uma das causas mais importantes de perdas econômicas de muitas das empresas do setor avícola de postura.


As galinhas têm uma temperatura corporal em torno de 40-41ºC, o que conseguem manter devido à sua capacidade de termorregulação.

Zona termoneutra – faixa de temperatura na qual as aves podem perder calor através mecanismos básicos como radiação, convecção e condução – não há estresse por calor e a temperatura permanece constante.

A proporção de calor perdido por radiação, convecção e condução depende da diferença de temperatura entre a ave e o ambiente.

Se os limites da zona termoneutra forem excedidos, a temperatura do corpo aumenta e ocorre o estresse térmico. Nesse momento, a ave recorre à perda de calor por evaporação, um mecanismo para combater esta situação através da respiração.

Tablela 1. Métodos de Perda de Calor Sensível e Latente. Anderson, K. 1997

A medida que a temperatura do corpo da ave aumenta, o consumo de ração, o crescimento, a eficiência alimentar, a viabilidade e a qualidade do casca de ovo diminuem.

Isso é grave quando a temperatura ambiente é muito alta, já que a possibilidade de perder calor por meios evaporativos (perda de calor através da pele) é significativamente reduzida.

Zona térmica neutra. A faixa de temperatura em que as aves não precisam alterar seu metabolismo para manter a temperatura corporal.

Faixa de temperatura ideal.

Pode-se esperar uma pequena redução no consumo alimentar, mas se a ingestão de nutrientes for adequada, a eficiência da produção é boa. O tamanho do ovo pode ser reduzido e a qualidade da casca pode diminuir quando a temperatura se aproxima do píco deste intervalo.

O consumo de ração diminui ainda mais. Oganho de peso é menor. o tamanho do ovo e a qualidade da casca diminuem. A produção de ovos normalmente é afetada. Procedimentos para resfriamento devem ser iniciados antes de atingir essa faixa de temperatura.

O consumo de ração continua reduzindo. Existe o risco de prostração por calor nas poedeiras, especialmente nas mais pesadas e em pico de produção. Nessas temperaturas, é necessário realizar procedimentos de resfriamento.

A prostração pelo calor é provável. Podem ser necessárias medidas emergenciais. A produção de ovos e o consumo são severamente reduzidos. Oconsumo de água é muito alto.

Medidas emergenciais são necessárias para resfriar as aves. A sobrevivência é o fator que deve se considerar nessas temperaturas.

Binômio temperatura ambiental vs umidade relativa.

A temperatura efetiva é obtida a partir da combinação da temperatura e da umidade relativa do ar. De acordo com a conjugação desses parâmetros, pode-se atingir a situação de estresse por calor. O aumento da umidade do ar a qualquer temperatura aumentará o desconforto na ave e estresse térmico.

Os produtores devem monitorar cuidadosamente atemperatura e a umidade em suas instalações.  

Principais sinais de aves acometidas por estresse térmico.

Inicialmente, o mais comum é que as aves, na tentativa de recuperar seu equilíbrio térmico, mudem seu comportamento, podendo ser observado:

Aves com asas abertas

Agachadas no chão

Lentidão, letargia

Estupor, cambaleante

Fezes molhadas

Aumento do consumo de água

Diminuição do consumo de ração

Iniciam com uma respiração lenta e terminam com uma respiração ofegante muito rapidamente

Desvio de sangue dos órgãos internos para a pele, que escurece a cor da mesma

Convulsões terminais

Aumento da mortalidade

  Qualidade da casca e estresse térmico.

As poedeiras afetadas pelo estresse térmico põem ovos com a casca muito fina devido ao desequilíbrio ácido-base do sangue, que é notado quandocomeçam a ofegar.

Quando as aves hiperventilam para perder calor corpotal, há uma perda excessiva de gás CO2 nos pulmões e no sangue. A diminuição de gás CO2 no sangue faz com que o pH do sangue subam tornado-o mais alcalino. Esta condição é conhecida como alcalose respiratória.

O aumento do pH sanguíneo reduz a atividade da enzima anidrase carbônica, o que resulta na redução de íons de cálcio e carbonato transferidos do sangue para a glândula da casca (útero). O aumento do cálcio na dieta não corrigirá esse problema.

Outro fator que contribui para cascas de ovos finas é a diminuição do consumo de cálcio ao abaixar a ingestão de alimentos e ao aumento da perda de fósforo.

  Medidas que previnem o estresse por calor nas aves.

Os efeitos do estresse térmico podem ser diminuídos aplicando um plano integral, a estratégia deve incluir um plano completo de biossegurança, um plano de manejo da ventilação e manejo da água em termos de qualidade e temperatura e, finalmente, um plano alimentar e nutricional adequado.

Todas essas medidas são mais eficazes do ponto de vista preventivo, já que controlar problemas de estresse térmico, uma vez desencadeados, é muito mais complicado e as perdas econômicas podem gerar um grande impacto na produção.

Na produção avícola atual, o estresse térmico é um problema muito relevante que resulta em grandes perdas econômicas. Portanto, os esforços devem ser direcionados para evitar que as condições ambientais causem essas situações de estresse térmico e deve-se implementar medidas de manejo, nutricionais ou combinações de ambas.


    ASSINE O BOLETIM INFORMATIVO!

    Informações básicas sobre proteção de dados. Controlador de dados: Zucami Poultry Equipment, S.L.U. Finalidade: Para permitir a comunicação com as partes interessadas e informações sobre produtos e serviços. Para lidar com as consultas feitas por meio desse canal. Direitos: acesso, retificação e exclusão. Para obter mais informações Política de privacidade

    CONTEÚDO RELACIONADO

    MAIS INFORMAÇÕES


      Informações básicas sobre proteção de dados. Controlador de dados: Zucami Poultry Equipment, S.L.U. Finalidade: Para permitir a comunicação com as partes interessadas e informações sobre produtos e serviços. Para lidar com as consultas feitas por meio desse canal. Direitos: acesso, retificação e exclusão. Para obter mais informações Política de privacidade